Dicas: Dietas é que não

26.3.13

Para quem me segue no facebook não é novidade nenhuma saber que emagreci perto de 30 quilos num espaço de 6/7 meses. Foi algo pensado, ponderado e nada custoso. Não foram precisas dietas loucas. Aliás, neste post não vou falar em dietas, mas sim em racionamento. 

Com a chegada do verão, começam as correrias aos blogs e às pesquisas das dietas mais rápidas e eficazes o que, diga-se de passagem, é um mau, mau início. Quem quer emagrecer não precisa de uma dieta à base de sopas, à base de iogurtes ou saladas. O que é preciso no início deste processo é força de vontade. Nada mais do que uma boa dose de força de vontade e vontade de querer mudar. Assim o fiz, há um ano atrás... quando pesava  96 quilos. Decidi que aquela era a melhor altura de mudar e que se não fosse naquele momento, nunca mais seria.

A partir daquele momento, foquei-me em livros que ensinavam a comer e que, certamente, foram o meu ponto de focagem. Aprendi que somos nós que transmitimos ao cérebro quando queremos comer e não ele a nós. Confuso? Pois. A questão é que temos de ser nós a controlarmo-nos.
Como vos disse, não fiz nenhuma dieta. Cortei à comida e aprendi a racionalizar. Se havia alturas em que era capaz de comer duas ou três vezes nas refeições normais (almoço e jantar), mentalizei-me que dali em diante passava a comer apenas para ficar satisfeito

Ficar satisfeito é sem dúvida o primeiro truque para perder peso. Comam devagar mas muito devagar mesmo e ao comerem pensem que estão a começar a ficar satisfeitos. Não encham o prato porque se o fizerem a tendência vai ser pensar: "oh, não vou deixar este restinho aqui!" ou "oh, não é este restinho que me vai fazer mal!". Sirvam-se vocês e comam em poucas quantidades: uma colher de arroz, uma batata, no caso de serem batatas fritas comam em menor quantidade e assim sucessivamente. Desde já vos digo que nunca abdiquei de comer nada, nem nunca pedi à minha mãe que me fizesse comeres à parte. A regra manda "comer de tudo mas em quantidades suficientes".

Outro truque fundamental é nunca passarem fome. Se estiverem um longo período de tempo sem comer e depois comerem uma bolacha porque, lá está, vão pensar: "oh, como estive muito tempo sem comer não é esta bolacha que me vai engordar!" o vosso organismo vai automaticamente "sugar" tudo o que comerem e aí vai ser pior. Optem por comprar bolachas, iogurtes com poucas calorias,  maças, para irem tapando a fome e para não ficarem de estômago vazio.

Falando agora, um pouco melhor, das refeições principais: nunca se esqueçam de que o pequeno almoço e o almoço são, sem margem para dúvidas, as refeições que devem ser mais ricas e nunca devem ser saltadas.  Comam os vosso cereais de chocolate ao pequeno-almoço ou comam o vosso croissant com manteiga/fiambre (de peru ou frango porque são magros!) e o vosso leite com café. Façam-se acompanhar por um pacotinho de bolachas integrais, barritas de cereais, FRUTA ou iorgute (magro! mas atenção, vejam sempre as colorias porque muitos dos iogurtes ditos magros têm mais calorias que os normais), para comerem a meio da manhã antes do almoço. Ao almoço... optem por comer sempre a sopa antes e nunca depois, por forma a reconfortar o estômago. Racionem a refeição e encham o prato com salada. 

Ao lanche, comam algo mais leve: duas fatias de pão rico com manteiga/fiambre (de frango ou peru) com um iogurte, por exemplo. 

Ao jantar, façam o mesmo que ao almoço mas reduzam ainda mais a quantidade, até porque não se deve ir para a cama de barriga cheia e com aquela sensação de enfartamento. Para os jovens que estudam até de madrugada, como é o meu caso, acompanhem o serão com um iogurte. 

Caminhar nunca fez mal a ninguém e ajuda a que percam peso de uma forma mais rápida e ajuda-vos a tonificar um pouco mais. Eu testei e como comigo resultou, decidi partilhar convosco. Se quiserem saber os alimentos que eu comia e as calorias dos mesmo façam aqui um comentário ou então falem no facebook. Estou à vossa espera e quero saber os resultados.

Acreditem que não foi difícil nem sequer foram precisas dietas loucas. Foi preciso, sim, uma dose bem grande de força de vontade e de querer mudar.... Não tanto por uma questão de beleza, mas mais por uma questão de saúde. NÃO JULGUEM quem ainda não descobriu essa força ou ainda não se sentiu preparado porque, apesar de tudo, NUNCA É TARDE PARA MUDAR. :)

antes / depois

  • Share:

You Might Also Like

11 Pieces

  1. muito bem...

    gostei da tua força de vontade q por vezes e o mais falta as pessoas...

    e parabens pelo resultado conseguido :)

    ResponderEliminar
  2. eu comecei em janeiro, já emagreci, entrei para uma equipa de basket e comecei a correr ao fim-de-semana à tarde em vez de ficar sentado em frente ao computador, não fiz dietas brutas, simplesmente tento comer o suficiente e se excessos, e variar na comida e meter fruta no meio e isso, e o desporto faz o suficiente para que nos sintamos bem, recuperei alguma elasticidade e sinto-me muito melhor ao ver que preciso de usar o cinto mais apertado nas calças e perdi a vergonha de usar camisolas mais justas, pois elas agora ficam-me bem, a pouco e pouco recuperei a minha auto-estima e amor próprio. ;D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto miudo. Sem trabalho nada feito.
      Continua porque estou orgulhoso de ti :)

      Eliminar
  3. Wow, adorei ler baby! Não sabia que tinhas emagrecido tanto! Eu sou um pouco gordinha e gostava de ser mais magra, mas não tenho paciencia para estas coisas ahah :P
    annluckindarkdays.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, fofinha... Já fui uma bolinha de Berlim :P
      Eu acho que não és nada "gordinha" como dizes!! Aliás, julgo que estás muito bem assim! O que importa é sentires-te muito bem :D

      beijoo :*

      Eliminar
  4. Sempre partilhei da mesma opinião que tu. Nada de dietas!
    Antes sim aprender a comer!! :)

    Joana, (My Pretty Mess ♥)

    ResponderEliminar
  5. Olá Miguel,
    Não sabia que tinhas emagrecido tanto, mas muitos parabéns !!
    Este ano também decidi mudar, não me senti-a bem comigo mesma, e afetava bastante a minha saúde e a minha auto-estima, perdi 8 kg( e para além de força de vontade também precisei de vontade de fazer força).
    Sinceramente, agora é muito raro apetecer-me comer doces, claro que ainda como uma coisa ou outra de vez em quando, mas sempre com peso e medida.

    beijinho(:

    ResponderEliminar
  6. Parabéns pela força de vontade , foco e auto estima. Não é nada fácil e você emagreceu de maneira saudável e sem dietas loucas.

    Bjos e boa semana,
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Tinha de vir aqui, fiquei absolutamente surpreendida com este teu post!
    É preciso ter muita força de vontade e ser uma pessoa com muita força para tal !
    Parabens és um exemplo a seguir. E não digo isto pela estética de as pessoas magra é que são lindas e maravilhosas porque não o é verdade. Cada pessoa é bonita á sua forma.
    Mas, pela decisão que tomaste e pelo objectivo que conseguiste e claro pela saúde. Porque a nossa saúde é mesmo o mais importante. :)

    ResponderEliminar
  8. Quando leio este post, penso "se ele conseguiu.. eu também!" Isso foi uma grande transformação.. nunca mais voltaste a ganhar peso? Se não for indiscreto, quanto pesas?
    Eu neste mês de maio, estou a fazer um desafio a mim mesma: nao vou comer carne. É uma opçao minha, sinto que começo a enjoar de carnes.. gostava de tornar vegetariana..
    Mas, tudo que dizes é verdade, nao é dietas que torna-nos mais magros.. é saber comer e comer saudável (frutas e vegetais) xox

    ResponderEliminar

Muito obrigado pelo comentário. A vossa opinião é sempre muito importante e ajuda-me a melhorar!
Após aprovação responderei nos vossos blogs.
Espero que voltem!



Sigam todas as novidades aqui:
Instagram × Facebook Oficial Page × Pinterest